VERTIGENS PÓS-MODERNAS
Configurações Institucionais Contemporâneas

Luis Carlos Fridman

RELUME DUMARÁ - 2000 - 99 págs.

A pós-modernidade não se limita a uma atmosfera cultural. Trata-se de um conjunto de mudanças nas configurações institucionais contemporâneas que se estendem ao trabalho, às narrativas e à produção estética, à subjetividade e à política que foram acentuadas pelas transformações ocorridas na tecnologia durante as últimas décadas. Vertigens Pós-modernas é um livro que atualiza o leitor com a magnitude dessas mudanças e com os problemas mais relevantes do debate contemporâneo sobre o tema. Avança na caracterização dos dinamismos sociais contemporâneos e busca ultrapassar o olhar cansado que sumariza as alterações nas formas de vida a novas roupagens do sistema capitalista. Os atordoamentos atuais solicitam conceitos e iniciativas condizentes com as novas feições das relações sociais.

Luis Carlos Fridman é doutor em Sociologia pelo IUPERJ e professor do Departamento de Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense.
Organizou para a Relume Dumará o livro Socialismo Émile Durkheim e Max Weber (1993), que contém traduções pioneiras de textos desses clássicos da Sociologia e uma introdução que situa suas concepções acerca da viabilidade da transformação das relações sociais capitalistas.
Com vários artigos publicados em revistas científicas, Luis Carlos Fridman elaborou
Vertigens Pós-modernas a partir de cursos ministrados na Universidade Federal Fluminense e da participação nos debates em torno da sociologia da pós-modernidade.


SUMÁRIO

Vitalidade ou irrelevância de um debate?
A sociedade da imagem e a nova vida das mercadorias
A sociedade do conhecimento e a reflexividade contemporânea
Trabalho, especialização flexível e reflexividade desanimada
Vertigens Pós-modernas a subjetividade contemporânea
Considerações finais
Referências bibliográficas

www.rubedo.psc.br | Início | Revista de Literatura | Relume Dumará | Correio